Hoje, não existe lugar no mundo que eu ame mais do que minha casa, seja ela onde for, na Itália, no Brasil, ou onde quer que a vida nos mande daqui para frente, pois minha casa é o lugar onde estou com meu esposo, onde curto meus animais, onde recebo minha família e meus amigos, onde podemos estampar nosso(eu/marido) jeito, nossa “cara”, nossas cores e nosso cheiro.

Por mais que viajemos para lugares encantadores, não tem sensação melhor do que voltar para casa, abrir a porta e sentir no ar o cheirinho que não se encontra em nenhuma outra casa no mundo a não ser na nossa. São notas aromáticas que ficam impressas nas paredes, nas cortinas, nas roupas nos móveis, em tudo que passa a fazer parte de nós, notas que se formam ao longo da nossa vida e que nenhum laboratório poderá recriar.

Nossa casa já teve cores fortes, hoje tem cores mais suaves, amanhã eu ainda não sei, pois as cores são permeadas pelas nossas fases de vida, vezes mais ousadas, outras mais discretas. O que sei é que os Cheiros e Cores de Casa nos fazem recordar quem somos, o que fazemos e como vivemos.

Aqui, vou compartilhar tudo que puder sobre “Cheiros e Cores de Casa Mabell”

terça-feira, 2 de outubro de 2012

A procura da melhor receita



 

Gente, meu esposo  é meu maior fã culinário, vocês acreditam  que domingo fiz uma simples carne de panela com batatas e ele se lambia todo, modéstia a parte, ficou saborosa, muito macia, era Paleta,  mas devo confessar a vocês que ainda não fiquei contente, pode parecer mentira, mas muita coisa da cozinha brasileira eu ainda não sei fazer tão bem e carne de panela para mim é algo especial, porque lembro que minha avó Guertrudes fazia uma carne em pedaços compridos que ficavam de um dourado avermelhadinho, crocante por fora e com aquele molhinho marronzinho cremoso que dava cor as batatas.  Minha avó faleceu e infelizmente ninguém nunca perguntou a ela como se fazia, porque o bom mesmo era comer  a delícia feita por ela, mas eu estou provando, provando, provando (me lembrei de um filme de Benigni). Mas se alguém souber fazer uma carne “crocantinha”(não existe esse termo, mas eu gosto) por fora, macia por dentro e com o creminho delicioso, por favor me mande a receita, terei prazer em prová-la e publicá-la aqui.

Vou esperar com ansiedade.

Cheirinhos
Casa Mabell

 

2 comentários:

Renata disse...

Menina! Quanta coisa boa por aqui!
Amo carne de panela, mas se me lembro bem, depois de casada (6 anos!) nunca fiz...
Acho que culinária não é o meu forte, se bem que ultimamente ando bem animada na cozinha!
Dicas são sempre bem vindas.
Estou adorando estar aqui em seu cantinho!
Beijinhoss

REINVENTANDO disse...

Acabei de comer uma amoooo...comidinha caseira mesmo!! Bjs. Sandra